segunda-feira, 28 de julho de 2008

Rio de Janeiro

Arrumei minha mochila pra passar o fim de semana em São Paulo, roupas normais de ficar em casa, ir pra 25 de março e talvez sair à noite, num lugar mais light.

Liguei pra Letícia, confirmei de ficar no apto dela e vim pra recepção esperar o táxi que ia levar a gente pra rodoviária. Os gringos já tinham saído, foram passar o fds no Rio, e os brasileiros estavam aqui, a maioria esperando os táxis, 5 indo pro Rio de carro.

No taxi: Eliabe, Lari, Cá e Tê

As quatro pessoas pegaram o primeiro táxi, pq estavam com pressa e eu resolvi me enfiar lá também, cansada de esperar. Estávamos no táxi: Cá (que a princípio ia pra Fortaleza com o namorado, mas resolveu ficar e ir pro Rio, porque não queria matar trabalho na segunda), a Te (que ia pra Curitiba ver os pais, mas ficou bêbada na noite anterior e foi convencida a ir pro Rio, mas nem se lembrava disso), o Eliabe, a Larissa e eu, indo pra SP.

Depois de uns 5 minutos no táxi, fomos convencidos a ir pro Rio também. Sem dinheiro, sem roupas pra praia, sem lugar pra ficar, sem toalha, xampu... sem nada!! Estávamos indo pra SP, ficar na casa de amigos. Mas enfim, chegamos na rodoviária, compramos a passagem pro Rio e começamos a ligar pra pessoas da AIESEC pra ver se alguém queria hospedar a gente. Primeira ligação, Dani, Presidente do Comitê do RJ ano passado. Êêêê!! Podemos ir pra lá.

Dani, LCP @RJ 2007, abrigando os 3 sem-teto!!!

Chegamos lá à noite, fomos pra um barzinho na Lapa. Eu estava enjoada desde o táxi, piorou no ônibus, piorou mais ainda no barzinho (não, eu não bebi nada) e acabou que terminei a noite vomitando no banheiro do bar. No outro dia acordei mal ainda, dei uma passadinha na praia (Copacabana) e resolvi voltar pra casa, porque tava só piorando. Fui no hospital, tomei uma injeção com anestésico, protetor pra estômago e anti-enjôo (ou pelo menos foi isso que o cara disse que tava me dando) e voltei pra casa. Enquanto o povo foi no Maracanã ver um jogo, depois em uma feira (São Cristóvão) e depois numa balada (Nuth), caríssima, ainda bem que eu não fui :D


Gringos na praia

No domingo fomos à praia de novo, andamos por uma feirinha em Ipanema e resolvemos andar um pouco até a estação do metrô. Passamos pelo forte e comemos na confeitaria de lá (Colombo), perfeita! Detalhe: SP tava frio, então só levei roupa de frio na mochila, ou seja, fui pra praia de calça jeans!!! E comprei uma canga com a bandeira do Brasil, pra levar quando for pro intercâmbio. Aí os vendedores passavam perto de mim oferecendo as coisas em inglês, achando que eu era gringa hauhauhauhauhauhauau

Também, calça jeans na praia e bandeira nas costas, tirando um monte de fotos...


Eu dando uma de gringa na praia!



Voltamos pra casa mais pobres e mais felizes, relaxados para as próximas semanas. Agora o trabalho começou de verdade, então foi bom renovar as energias no mar (mesmo que eu só tenha molhado os pés).

3 comentários:

Ana Paula Rende disse...

Lu acho que nesse trem de Aiesec não trabalha de verdade não!!!
Hihihihi
Bjoooooooo

Anônimo disse...

kkkkkkk otimo esse comentario da aninha!!
nossa que tanto de coisa vc ta fazendo hein!!! a sua cara mudar de repente de rota e parar num hospital no RJ! hehehe
vc ja ta com a canga!! agora so falta casaaaar!
Beijossssss e boas ferias, ops bom trabalho!
Gabi

Mariana Marcelos Andrade disse...

Não creio!!!
Eu estava no Rio do dia 26 até o dia 04...
Podia ter te visto. :/
Mas bom demais!! :)
E atualize isso com mais frequencia, por favor. :P
Beijooos